Bem-vindo à vila Morena!

Hoje
Hoje
Mín C
Máx C
Amanhã
Amanhã
Mín C
Máx C
Depois
Depois
Mín C
Máx C
FacebookPartilharRSSadicionar aos favoritosimprimir

Um monumento para o Lousal - 4ª sessão pública de trabalho participativo deverá apresentar proposta de Monumento e possível localização

Image012 1 760 1000
09 de Maio de 2018
No dia 12 de maio, às 15 horas, vai decorrer a 4.ª sessão de trabalho comunitário, no Salão do Lousal, para a conceção plástica de um Monumento a ser implantado na aldeia mineira do Lousal, no concelho de Grândola. Este é um projeto participativo que vem sendo desenvolvido no Lousal desde a primeira sessão realizada no dia 10 de fevereiro deste ano. As bases deste projeto participativo de arte pública estão num protocolo assinado entre a Câmara Municipal de Grândola e a Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, em 16 de novembro de 2017.

Esta 4.ª sessão de trabalho é especialmente importante pois esperam-se alcançar, neste dia, as bases formais, através de maquetas, do que deverá ser a proposta de Monumento e a sua possível localização na povoação. Importa referir que as sessões de trabalho foram, e são pela sua natureza metodológica, um processo de construção horizontal de um projeto, em que a descoberta plástica e a tomada de decisões é feita em comunhão. Estrutura-se em torno de uma experiência de representação coletiva, que dá relevo ao diálogo entre a realidade e os anseios dos cidadãos.

Nas sessões de trabalho - e a par de representantes do Poder Local — Presidência, Vereação e Técnicos da CMG e Junta de Freguesia e de uma vasta equipa universitária — artistas plásticos, antropólogos, arquitetos, geógrafos, críticos de arte e estudantes de escultura da licenciatura e doutoramento de centros de investigação ligados à ULisboa, UNova, ISCTE e UAL - têm participado,  voluntaria e ativamente, residentes, grupos heterogéneos que cruzam a experiência mineira com a diversificação social e cultural, e também cidadãos que mantêm laços familiares ou afetivos com a povoação, passados 30 anos sobre o encerramento da mina do Lousal.

Este projeto participativo tem ainda o propósito de, ao longo das sessões de trabalho, analisar o papel social, político e urbano da mina nas formas de organização comunitária e o que esta herança ainda significa para o imaginário da região, procurando criar sinergias entre a vertente física e imaterial, cultural e social, garantindo novas formas de diálogo com o território através da arte.